Home


Uma ação articulada entre órgãos do Governo do Estado será posta em campo a partir desta quarta-feira (31) com o objetivo de diminuir o número de acidentes de trânsito, em especial os que envolvem motocicletas, no Rio Grande do Norte a partir da realização de blitzen de educação e orientação, com foco maior na Região Metropolitana de Natal.

A medida emergencial se dá pelo crescimento de 35% no número de atendimentos a esses casos no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) em 90 dias, sendo a maioria de pacientes envolvidos em acidentes ocorridos na capital e nos municípios vizinhos. 

Hoje a segunda maior causa de internação no Walfredo Gurgel é acidente de motocicleta. "Não tem como ampliar as ações de saúde, cirurgias se não houver uma rede de prevenção. Estamos buscando alternativas para que o Walfredo possa cumprir seu papel de assistência de urgência e emergência", disse Cipriano Maia, secretário de Estado da Saúde Pública.

O trabalho da Sesap fez com que a capacidade para realização de cirurgias na unidade dobrasse, chegando a quase um procedimento ortopédico por hora, além da abertura dos leitos de retaguarda nos hospitais Geral João Machado, com 20 novos leitos clínicos, e Regional Deoclécio Marques de Lucena, com seis novos leitos de UTI exclusivos para o atendimento de trauma. "Nossa tentativa aqui é reduzir o número de acidentes de motos que impactam nas internações, deixando o hospital sobrecarregado. Precisamos da sociedade como um todo para reduzir esse número", relatou Elida Bezerra, diretora do HMWG.

O trabalho de abordagem aos condutores será feito pela Polícia Militar, por meio do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RN). "A segurança pública vai dar todo o suporte para diminuir os acidentes e assim diminuir o número de internações e cirurgias", garantiu o delegado Osmir Monte, secretário-adjunto de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). "Faremos a orientação para as ações educativas, sobre o uso do capacete, o dever de estar habilitado. Pretendemos com essas ações contribuir para que o sistema de saúde seja desafogado e retornamos em breve com números positivos", complementou o comandante do CPRE, coronel Castelo Branco.

De acordo com o Detran-RN, até julho de 2022 foram 3.581 acidentes de trânsito no estado, levando a óbito 224 pessoas, em sua maioria homens entre 18 e 49 anos. "A moto exige atenção na condição, mas para surtir efeito todas as campanhas precisam ter a sensibilização da população. Quando se fala em trânsito, se fala em vidas. Fizemos muitas ações ao longo desse período recente e agora vamos intensificar com o foco educativo", pontuou o diretor geral do Detran-RN, Jonielson Pereira.

Nesta quinta-feira (1°/9), Sesed e Detran-RN estrarão reunidos com as secretarias municipais de mobilidade da Região Metropolitana para discutir e traçar ações em parceria, ampliando a fiscalização e a orientação aos condutores nas vias locais dentro dos próximos dias.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner