Home

O câncer infanto-juvenil ainda representa no Brasil a principal causa de morte por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, com índice em torno de 8%. Em muitos casos o início do tratamento acontece tardiamente, diminuindo as chances de cura que é de 80% quando o diagnóstico é precoce. Para mobilizar a sociedade a estar atenta aos sinais e, dessa forma reduzir o tempo entre o aparecimento de sinais e sintomas, a Prefeitura de Natal lançou este ano a campanha “Saber cedo é se encher de esperança”, destinada a alertar a população sobre a importância do diagnóstico precoce no tratamento do câncer infantil. A campanha integra o movimento Setembro Dourado e será veiculada nas rádios, tvs e usando a mídia externa para chamar a atenção para o tema, além da internet, levando informações à população.

“Mais um ano damos as mãos às entidades médicas e de assistência às famílias que trabalham com o câncer infantil para levar informação à população e alertar sobre a necessidade do diagnóstico precoce do câncer infantil. Como médico e prefeito, acredito que é fundamental essa parceria entre o Poder Público e as instituições privadas para levar a frente ações como essas que todos os anos desenvolvemos na busca da medicina preventiva", disse o prefeito Álvaro Dias.



Diagnóstico precoce

Como muitos dos sinais do câncer infantil podem ser facilmente confundidos com outras doenças, a campanha tem o objetivo de alertar as pessoas que é possível ter esperança se for identificado logo no início da doença. “O conceito da campanha publicitária se ancora no conceito de esperança como principal arma de combate ao câncer infanto-juvenil e sob esse mote divulga os principais sintomas e sinais para que os pais e responsáveis fiquem alertas e não sejam confundidos com algo simples ou banal”, ressalta Heverton Freitas, secretário de Comunicação Social.

Em conjunto com a Secretaria de Saúde (SMS Natal), a programação também conta com capacitação para profissionais de nível superior que atuam na Atenção Primária de Saúde da Criança, contemplando técnicos das unidades dos cinco distritos sanitários da capital. O objetivo é reforçar a importância da rede de apoio existente no RN para que profissionais de saúde, pais, população ajudem na identificação da doença e em seu devido encaminhamento.


Capacitação
A chefe de Ações Programáticas da SMS, Sheina Ferreira de Souza, disse que 60 profissionais do Município participarão da capacitação sobre Diagnóstico Precoce do Câncer Infanto-juvenil - sinais e sintomas. O encontro acontece dia 13 de setembro no auditório da Casa Durval Paiva, entidade de referência no acolhimento de pacientes, e contará com a participação da médica Vanessa Pache. Também estão previstas rodas de conversas nas salas de espera das USF. Participam profissionais das Unidades de Saúde da Família de Guamaré, Panatis, Pitimbu, Bairro Nordeste e Aparecida. “Faremos uma ação de capacitação para profissionais e a sala de espera nas unidades. É importante contribuir para identificação precoce de diagnóstico, favorecendo o aumento da possibilidade de cura”, disse.

Campanha
Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA) para cada ano do triênio 2020/2022 a estimativa foi de 8 mil novos casos de câncer infantojuvenil. Os sinais e sintomas são hematomas, palidez, sangramento, dor óssea, caroços, perda de peso inexplicada ou febre persistente são alguns deles. Em caso de dúvida é necessário procurar o profissional de saúde.

 

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner