Home

Os mais econômicos...
Se engana quem pensa que a campanha do cap Styvenson Valentim (PODE) é a mais econômica entre os candidatos ao governo do RN. Segundo o TSE, nesse período de entrega parcial de contas, os candidatos Bento, do PRTB; e Nazareno Neris, PMN, não arrecadaram nada e não gastaram nenhum centavo para suas pretensões eleitorais.

Styvenson fica em segundo com R$4.800 arrecadados e R$2.500 gastos. A candidata Rosália Fernandes (PSTU) ocupa o terceiro lugar no quesito economia, recebendo R$29 mil do partido, mas nada usando.

… os medianos...
Clorisa Linhares (PRB) gastou praticamente o que arrecadou. R$71 mil. Já o Democrata Cristão Rodrigo Vieira recebeu R$115 e gastou R$25 mil.

Até o PSOL Danniel Morais, que propaga a higidez econômica dos gastos públicos, já “queimou” R$171 dos seus R$213 mil arrecadados.

… e os mais “gastosos”
Fábio Dantas (SD) declarou quase R$1 milhão em gastos, ou seja, R$924 mil. Arrecadou R$616 mil. Já a governadora Fátima Bezerra (PT) recebeu R$7 milhões da Direção Nacional do PT e já gastou R$6,2 milhões. 41% desses recursos foram para o Núcleo de Produção Audiovisual Eireli.

Os candidatos e partidos políticos devem prestar contas à Justiça Eleitoral até o trigésimo dia posterior à data da realização das eleições. Até lá, esses números podem mudar.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner