Home

Após uma alta de quase 2% na abertura dos negócios, o dólar fechou o último pregão de outubro em queda de 2,5% a R$ 5,165. O que motivou essa virada de direção ao longo do dia foi a percepção, por parte dos investidores, de um possível aumento no fluxo de investimentos para o Brasil.

Com o resultado das eleições para presidente, a possível regularização de pautas ambientais e o realinhamento com o discurso ESG dos países desenvolvidos vai facilitar os investimentos internacionais no Brasil, tanto direto (diretamente na atividade produtiva) quanto em portfólio (dívidas e participações societárias em empresas).

Luiz Inácio Lula da Silva já mostrou que poderá ser mais bem aceito pela comunidade de investimentos internacional. Um bom exemplo foi a notícia da regularização do Fundo Amazônia, uma doação do governo norueguês para conter o aquecimento global e que financiava ações contra o devastamento da região. Os repasses do fundo haviam sido suspensos em 2019 e agora foram regularizados. Na estimativa dos gestores, há cerca de US$ 2,52 bilhões (R$ 13 bilhões) em recursos parados, que podem chegar ao Brasil. (Forbes)

Fonte:Curadoria ESG

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner