Home

No primeiro dia de suspensão dos atendimentos nos hospitais e clínicas de Natal provocado por atrasos nos pagamentos, a direção da Cooperativa dos Anestesiologistas do RN foi recebida pelos representantes das secretarias estadual e municipal de saúde.

O Governo do Estado assumiu o compromisso de quitar a última fração do parcelamento referente ao ano de 2021 e a parcela do mês de julho no início da semana que vem; e de agosto a até o final do mês em curso.

Depois do avanço nas negociações com o governo do estado, a Coopanest aguarda a posição da Secretaria Municipal de Saúde. O secretário George Antunes afirmou que terá uma conversa com o prefeito Álvaro Dias para apresentar a proposta do município.

De acordo com a divisão de responsabilidades, o governo federal é responsável por 23% do repasse, governo estadual 46% e municipal 31%.

Paralisação
No primeiro dia de paralisação uma média de 126 cirurgias e exames eletivos deixaram de ser realizados nos hospitais e clínicas da cidade. Todos os procedimentos de urgência e emergência foram realizados normalmente.

Por mês, a Coopanest realiza 5.200 procedimentos para o Sistema Único de Saúde.

Desde o início de dezembro que cooperativa tenta, sem sucesso, uma solução junto às secretarias estadual e municipal de saúde. O último pagamento realizado aos médicos refere-se aos serviços prestados em junho deste ano.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner