Home

A proposta que prevê o cargo de senador vitalício a ex-presidentes da República, articulada por aliados do presidente Jair Bolsonaro no Congresso, teria como consequência direta manter o foro privilegiado ao atual ocupante do Palácio do Planalto mesmo após o fim do seu mandato.

Desta forma, o chefe do Executivo permaneceria blindado de juízes de primeira instância, com a imunidade de um senador, depois de deixar o cargo. 

Aliados do presidente, como Eduardo Gomes (MDB), líder do governo no Congresso, defendem a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para criar a figura do senador vitalício e têm percorrido gabinetes em busca de assinaturas para levá-la à frente.

Leia mais em O GLOBO

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner