Home

GOVERNO DO RN


Fruticultura

Depois que a empresa marítima francesa CMA CGM anunciou que seus navios não poderiam mais atracar no Porto de Natal, a fruticultura potiguar ficou órfã de transporte para escoamento da produção pelo Rio Grande do Norte.

Na tentativa de resolver o impasse, o secretário da Agricultura, da Pecuária e da Pesca do RN, Guilherme Saldanha, viaja neste sábado (04) para Amsterdã com objetivo de fechar parceria com o transporte marítimo.

A Missão Técnica de Produtores e Exportadores de Frutas potiguar também visitará a maior feira de frutas do mundo, que ocorre em Berlim, e que aborda todo o know-how técnico e habilidades para eficácia em logística.



Certificado Fitossanitário

O Rio Grande do Norte também busca junto ao governo espanhol a liberação do certificado fitossanitário eletrônico das frutas exportadas pelo estado. O Certificado Fitossanitário de Origem (CFO) digital é o documento que garante a sanidade e a qualidade das frutas.



Exportação

Nos últimos cinco anos, o RN alcançou um volume total de 253,6 mil toneladas de frutas exportadas em 2022, correspondendo a cerca de 12 mil containers transportados por via marítima, sendo que boa parte dessas frutas tem como destino portos da Espanha, seguida da Holanda e Inglaterra.

Coluna Rosalie Arruda
Tribuna do Norte

 

Poste um comentário

comente aqui..