Home

GOVERNO DO RN

Rogério Marinho a Zanin: “certamente não vai precisar do meu voto, vai ter voto demais”


O senador Rogério Marinho (PL-RN), líder da oposição no Senado, sinalizou seu voto contrário à indicação do advogado Cristiano Zanin ao Supremo Tribunal Federal (STF) durante a sabatina, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. O parlamentar manifestou que Zanin seria aprovado com “grande número de votos”, mas sugeriu que o sabatinado não contaria com o seu. “Certamente não vai precisar do meu voto, vai ter voto demais”, comentou.

Em seu discurso, Marinho alertou para a urgência do restabelecimento da normalidade democrática e do reequilíbrio entre os Três Poderes. O líder da oposição propôs que Zanin seja uma voz no STF que advogue pela pacificação entre os Poderes e as instituições quando se tornar ministro.

“Peço que vossa excelência examine com cuidado esse tema porque nós precisamos, com urgência, restabelecer a normalidade democrática”, destacou Marinho. “Que seja um juiz justo que cumpra a Constituição, que julgue de acordo com suas convicções, mas de acordo com a Constituição, e que vossa excelência seja uma voz pela pacificação, da conciliação, da transigência e do restabelecimento urgente da normalidade democrática”, complementou o líder da oposição.

Indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Zanin teve sua indicação aprovada na CCJ, por 21 votos favoráveis e cinco contrários, e no plenário do Senado, por 58 votos a 18.

fonte:Assessoria de Comuncição

Poste um comentário

comente aqui..