Home

GOVERNO DO RN

 

Atividade será a principal atração das comemorações dos 60 anos da Campanha da Fraternidade da Arquidiocese de Natal

 

Em reunião com a arquidiocese de Natal, na manhã desta sexta-feira (19), a governadora Fátima Bezerra confirmou o apoio institucional do executivo estadual para a realização do evento Trem da Fraternidade e da Alegria, principal atração entre as comemorações pelos 60 anos da Campanha da Fraternidade da Arquidiocese de Natal. Fátima Bezerra afirmou que haverá, em cada estação onde o trem parar, aparato policial garantindo a segurança de todos os fiéis participantes. Este ano, a Campanha da Fraternidade tem como tema “Amizade Social”.

A chefe do executivo estadual recebeu o convite do vigário geral da arquidiocese de Natal, Monsenhor José Valquimar, do coordenador do evento, Padre Cláudio e do diácono Washington, também da arquidiocese.

Saldando os presentes, a governadora parabenizou a Igreja pela iniciativa e afirmou que a grandiosidade da campanha merece uma comemoração à altura, pelas suas seis décadas de existência. “O mundo precisa de amor e solidariedade”, afirmou.

O Trem da Fraternidade e da Esperança sairá do bairro da Ribeira, às 14h, contará com três vagões e capacidade total de 500 lugares. Cada vagão, será identificado com uma cor que corresponderá a uma paróquia. Durante o trajeto, serão feitas nove paradas, sendo a última em Nísia Floresta. O tempo total da viagem está previsto em 1h20.

Após a chegada em Nísia Floresta, haverá uma Missa celebrada por Dom João Santos Cardoso, Arcebispo Metropolitano de Natal. O retorno para Natal será às 19h.

O secretário de estado da Segurança Pública, Coronel Francisco Araújo reforçou as palavras da governadora e contou que, além do aparato policial em terra, uma aeronave também estará à disposição do evento, percorrendo e monitorando todo o trajeto.

Atualmente, a Campanha da Fraternidade, por todo o país, tem entre seus objetivos: despertar o espírito comunitário e cristão e educar para a vida em fraternidade, a partir da justiça e do amor.

Também participaram da reunião o comandante geral da Polícia Militar Coronel Alarico, o superintendente da CBTU/RN João Maria Cavalcante, a secretária de estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social Iris Oliveira, a secretária de campanhas Tafnes Nóbrega e Ailma Firmino, representando a deputada estadual Divaneide Basílio.

Campanha da fraternidade – 60 anos
A primeira edição da Campanha da Fraternidade, na década de 60, aconteceu na comunidade Timbó, no município de Nísia Floresta. A localidade foi escolhida por ser muito pobre e não possuir padre. A época, o objetivo era ajudar a comunidade com roupas, comida e alfabetização, além de disseminar a mensagem de Deus.

O então Secretariado Nacional da Ação Social da CNBB, dom Eugênio de Araújo Sales, à época administrador apostólico de Natal, sugeriu que a primeira CF fosse realizada na arquidiocese de Natal.

Em 1962, nasce a CF na arquidiocese de Natal, com a adesão de três dioceses e um apoio financeiro de bispos norte-americanos. No ano seguinte, 16 dioceses do Nordeste brasileiro realizam a CF, gerando uma exitosa experiência pastoral que repercutiu em todo o Brasil.

FOTO: Carmem Felix

Poste um comentário

comente aqui..