Home

GOVERNO DO RN
Moraes arquiva ação sobre Bolsonaro na Embaixada da Hungria. O ministro concluiu que não há evidências que comprovem que ele tenha buscado asilo, em fevereiro deste ano. 

Uma reportagem do jornal americano The New York Times revelou que o ex-presidente passou dois dias na representação diplomática logo após ter seus passaportes apreendidos pela PF durante investigação sobre a tentativa de golpe em 8 de janeiro. 

Alexandre de Moraes disse que locais de missões diplomáticas não são considerados extensão de território estrangeiro e que, por isso, Bolsonaro não cometeu "qualquer violação a medida cautelar de 'proibição de se ausentar do país'".

Fonte UOL

Poste um comentário

comente aqui..