Home

GOVERNO DO RN

Filarmônica UFRN fará apresentação gratuita com ingressos distribuídos uma horas antes na bilheteria do Teatro Alberto Maranhão


Nesta segunda-feira, dia 03 de junho, às 19h30, no Teatro Alberto Maranhão, acontece um concerto especial, com a Filarmônica UFRN apresentando obras chinesas e nordestinas. Promovido pelo Consulado-Geral da República Popular de China em Recife, com o apoio do governo do Rio Grande do Norte, o concerto faz parte das celebrações realizadas na China e no Brasil para celebrar os 50 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre os países. O público terá a grande oportunidade de assistir o espetáculo com entrada gratuita.

Sob a regência do maestro André Muniz, a Filarmônica UFRN interpretará músicas chinesas como “Boas Novas de Pequim chegam aos Vilarejos”, “Dança do Povo Yao”, “Abertura do Festival da Primavera”, “Flor de Jasmim”, “Diálogo de Flores” e “Eu te amo, China”, esta última com a participação do tenor Kaio Morais. O concerto também apresentará obras nordestinas como “Gonzaguiana” e “Suíte Nordestina”, realçando dessa forma o diálogo entre as duas culturas por meio de uma troca de elementos folclóricos e tradicionais.

Na opinião do maestro André Muniz, o concerto será uma grande oportunidade das pessoas descobrirem novas sonoridades. “As salas de concerto no Brasil, elas durante séculos, elas desenvolveram uma tendência a um eurocentrismo. As pessoas em algum momento já escutaram notas musicais de Beethoven, já ouviram falar da Nona Sinfonia de Beethoven, em algum momento elas escutaram mesmo uma propaganda, a Primavera de Vivaldi, escutaram a genialidade de Mozart…Estamos precisando conhecer novas realidades, novas sonoridades, e nesse concerto vai ser uma grande oportunidade. A cultura oriental, com sua sonoridade, uma orquestração muito rebuscada, muito brilhante em alguns momentos”, explica.

A China e o Brasil estabeleceram relações diplomáticas no dia 15 de agosto de 1974. Desde então, as relações bilaterais vêm crescendo em inúmeros aspectos econômicos, sociais, educacionais e culturais. O impacto da China ao estado do Rio Grande do Norte também tem sido de grande relevância. Em uma reunião recente com professores da Escola de Música, o Secretário Sílvio Torquato Fernandes, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), ressaltou a importância dos investimentos de empresas chinesas para o desenvolvimento econômico de nosso Estado.

Poste um comentário

comente aqui..