quinta-feira, 30 de março de 2017

Governo do RN não paga e presos com tornozeleira não são monitorados

O juiz da Vara das Execuções Penais, Henrique Baltazar, disse durante reunião da Comissão Especial para Análises dos Problemas Prisionais, na Assembleia Legislativa, que soube que o governo do estado está há três meses sem pagar a empresa que monitora o uso das tornozeleiras eletrônicas.

Segundo o magistrado, hoje são 550 apenados no sistema semi-aberto sem controle algum.

Se o estado disponibilizasse mais tornozeleiras eletrônicas, mais presos serão postos em semi-aberto, ou mesmo em prisão domiciliar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário