quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Governo pede ajuda da Assembleia...



Governo pede ajuda da Assembleia...
O pagamento dos salários de dezembro e o 13° dos servidores públicos estaduais, corre perigo. Como se não bastasse a falta de dinheiro, impeditivo que se imagina esteja sendo superado com a vinda dos recursos da cessão onerosa do pré-sal e a contratação de empréstimo bancário, agora surgiu outro problema.

... para corrigir erro no OGE...
Em mensagem encaminhada ao Legislativo pelo governador em exercício Antenor Roberto, o Executivo pede abertura de crédito extraordinário no valor de R1,7 bilhões, como forma de corrigir “um problema estrutural no Orçamento Geral do Estado no exercício de 2019”.

... que pode comprometer a folha
 “O irrealismo presente na peça orçamentária do exercício corrente é tão severo que acarreta, inclusive, a insuficiência de dotação para fazer frente a despesas obrigatórias e essenciais, a exemplo do pagamento da dívida pública, gerando impeditivo ainda mais gravoso no tocante à quitação da folha de pessoal a partir do mês de novembro”, diz a mensagem governamental.
Agora, o assunto fica nas mãos dos deputados aprovarem o pedido.

Encontrou dinheiro
Depois do aperto que a governadora Fátima Bezerra deu na sua equipe econômica, para que encontrasse verba para pagar pessoal, a turma entrou em campo e achou recursos contingenciados no Fundo de Compensação de Variações Salariais (FCVS), da antiga Companhia de Habitação Popular do RN (COHAB/RN), que podem fazer caixa para pagar pessoal.



Coluna Rosalie Arruda
Tribuna do Norte, 27 de Novembro

Nenhum comentário:

Postar um comentário