terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Denúncia


O Ministério Público Federal (MPF) apresentou uma denúncia e uma ação de improbidade administrativa contra o coordenador do Centro de Estudos, Pesquisa e Ação Cultura (Cenarte), Roberto de Oliveira Monte, por desvio de recursos públicos em 2011. 

Segundo o MPF, ele recebeu à época R$ 150 mil para capacitar 300 representantes de ONGs, fóruns e movimentos sociais participantes do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos Sociais do Rio Grande do Norte, mas terminou por promover a contratação irregular de parentes e integrantes do próprio Cenarte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário