sexta-feira, 24 de abril de 2020

Bolsonaro exonera Diretor-Geral da PF e Moro fica "indignado"

Valeixo disse a chefes da PF nos estados que pediu a Moro para sair
O presidente Bolsonaro exonerou o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Leite Valeixo. 
O ato, publicado no DOU desta sexta-feira, 24, embora traga a assinatura do presidente e de Sérgio Moro, o ministro não foi avisado. Segundo o G1, Moro ficou indignado e pretende dar uma entrevista às 11h desta sexta.
Provável saída de Moro faz dólar atingir novo recorde cotado a R$ 5,59
Ontem, chegou a ser divulgada a demissão do ministro Moro, mas até o fim do dia não havia sido efetivada.
Questionado por apoiadores no fim da tarde, ao chegar à residência oficial do Palácio do Alvorada, Bolsonaro não respondeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário