quinta-feira, 24 de setembro de 2020

Ministra nega liminar para que ex-governador da Paraíba possa trabalhar em Brasília durante a semana

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Laurita Vaz negou nesta quinta-feira (24) o pedido da defesa de Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba, para que ele possa desempenhar a função de presidente da Fundação João Mangabeira, em Brasília, nos dias úteis. 
A decisão foi em caráter liminar. 
O mérito do pedido ainda será analisado pela Sexta Turma do STJ.
Ricardo Coutinho foi preso preventivamente em dezembro de 2019 na Operação Calvário, que investiga crimes de fraude a licitação, corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário