quarta-feira, 28 de julho de 2021

Brasil estuda terceira dose de vacina para quem tomou Coronavac

O Ministério da Saúde encomendou uma pesquisa para avaliar a necessidade de uma terceira dose de vacinas contra a covid-19 em pessoas que receberam a CoronaVac, após estudos recentes apontarem uma queda da proteção fornecida pelo imunizante depois de seis meses, anunciaram hoje o ministro Marcelo Queiroga e a pesquisadora que irá coordenar os trabalhos.
A informação é da Reuters.
De acordo com a pesquisadora Sue Ann Clemens, brasileira que trabalha na Universidade de Oxford, o estudo será realizado com a aplicação de uma dose de reforço das vacinas CoronaVac, Oxford-AstraZeneca, Pfizer e Janssen em pessoas que receberam as doses da CoronaVac há pelo menos seis meses.

Nenhum comentário:

Postar um comentário