Home

Governadora cita Idema e mais três setores que serão contemplados nos próximos anos com a convocação de concursados


Dando sequência às entrevistas sobre os planos para os próximos quatro anos, a governadora Fátima Bezerra apontou a realização de concursos públicos para melhorar os serviços e ampliar o atendimento à população do Rio Grande do Norte, citando Saúde, Educação, Segurança e Meio Ambiente como prioridade. À 98 FM, ela destacou o caso do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), órgão de licenciamento e fiscalização ambiental que é de extrema importância para o desenvolvimento da economia do Estado.

“No momento, cerca de 90% do corpo funcional do Idema é composto por contratos temporários. Portanto é muito importante que a gente possa fazer um concurso para oferecer à população um corpo efetivo para aquela pasta”, disse a governadora Fátima Bezerra. Ao responder a uma pergunta enviada por um ouvinte, Fátima disse que o atual Governo destravou uma série de concursos públicos. Lembrou que em seus primeiros anos de gestão foram nomeados 1.319 policiais militares e que até o final deste ano serão convocados 400 concursados da Polícia Civil para os cargos de delegado, agentes e escrivães.

“O concurso da Polícia Civil tem validade para os próximos anos e, a depender de nossa capacidade orçamentária e financeira, vamos formar novas turmas e chamar, de maneira gradativa, mais concursados”, afirmou a chefe do Executivo Estadual, lembrando também que ainda em 2022, o Governo do Estado vai nomear 76 oficiais concursados da Saúde para o Hospital da Polícia Militar, medida que favorece toda a população, uma vez que 70% dos atendimentos do hospital são de populares e não, necessariamente, militares.

“Também estamos prevendo melhorias nas condições estruturais das delegacias e batalhões das Polícia Civil e Militar. Já começamos com uma reforma no Batalhão de São Gonçalo do Amarante, por exemplo. Também fiz questão de conhecer pessoalmente a estrutura do Batalhão de Pau dos Ferros. Tudo isso faz parte da nossa política de priorizar a segurança pública, de valorizar os profissionais da área”, disse Fátima.

A governadora lembrou que em dezembro será quitada a última parcela da negociação salarial com os policiais. “Somada às outras, a Polícia Militar vai chegar a um reajuste acumulado em torno de 40%. Nenhum Estado brasileiro chegou a esse patamar. E esse é um investimento que reflete na redução dos índices de violência. E vamos ampliar cada vez mais esses investimentos, em equipamentos, inteligência, em inteligência, em tecnologia, porque isso se reflete, diretamente, em mais segurança e paz para a população”, finalizou a governadora.

Poste um comentário

comente aqui..

Anúncio Publicitário

Banner